Direção do hospital informa que retirada de tomógrafo foi amigável

Hospital procura outra clínica para firmar convênio para exames de imagem

A retirada de um tomógrafo do Hospital São Donato chamou a atenção de uma leitora de OIçara, Vanilde Dorigon Amboni, nesta segunda-feira, dia 21. Ela fotografou o transporte, postou nas redes sociais e remeteu ao portal pedindo explicações. A reportagem apurou que o aparelho nunca funcionou, mesmo tendo sido instalado em 2015. Conforme a direção do hospital, o aparelho tinha uma peça com problema que a proprietária dele nunca conseguiu resolver.

Segundo o diretor do Hospital São Donato Júlio De Luca, o aparelho foi retirado em comum acordo entre o hospital e a médica proprietária do tomógrafo. Ele acrescentou que a Vigilância Sanitária exigiu adequações no espaço onde estava o aparelho e por isso o próprio hospital solicitou a sua retirada.

Ao reforçar a informação do presidente do hospital Zinho Casagrande, De Luca disse que acertou com a Cliniimagem um convênio para fazer exames de imagem aos pacientes que estão internados.

De Luca confirmou que até um ano atrás, quando a referida médica tinha convênio com o hospital, ela vinha mostrando descontentamento com os prazos de recebimentos do Governo do Estado pelos procedimentos realizados.

Comentários

COMPARTILHAR