Quase metade das câmeras não funciona mais

Comandante da PM questiona anúncio da compra de novas câmeras, sem o conserto das existentes

Apenas seis de 11 câmeras de segurança do projeto “Bem te Vi” instaladas na área central de Içara estão funcionando. Cinco pifaram. Entre as cinco que estão fora de atividade, uma quebrou após um choque de um caminhão e quatro ficaram inservíveis por estarem desatualizadas e não terem mais conserto, segundo a Intelbrás que é a fabricante.

“Nós pedimos agilidade para poder monitorar a praça durante a festa de São Donato, mas não foi resolvido. Passamos os dias todos da Festa, sem a segurança do equipamento”, lamentou o comandante da Guarnição Especial da PM, Darci Rodrigues. “Eu fiquei até surpreso quando fui procurado para ser informado sobre um projeto para instalar mais câmeras na cidade, sendo que não estarão integradas ao nosso monitoramento (foto). Fora isso, ainda não arrumaram as cinco que quebraram”, protestou.

A câmera danificada no acidente está fora de uso há aproximadamente três meses, quase o mesmo prazo em que as demais vieram pifando também. Aliás, todas as câmaras precisam ser trocadas o que inclui a seis que estão em funcionamento, pois logo também começarão a apresentar problemas e não existe mais conserto.

As câmeras foram adquiridas em um convênio entre a Secretaria de Segurança Pública do Estado e o município. Ao município cabe a responsabilidade de fazer a manutenção dos equipamentos. A demora da prefeitura para licitar a compra de novas câmeras é que tem deixado a área central da cidade vulnerável.

A redação de OIçara solicitou entrevista com o responsável pelas câmeras na prefeitura, mas ainda não obteve respostas.

 

Comentários

COMPARTILHAR