O jogo interior

Você já parou para observar as vozes que se passam em sua mente ao longo do dia? Provavelmente não!
Vivemos no modo piloto automático, repetimos padrões e experiências sem ao menos, pararmos alguns instantes para verificar o que acontece conosco a cada escolha ou decisão.

Faça um exercício simples, apenas observe as vozes na sua mente enquanto responde algumas perguntas. Não se preocupe em acertar, apenas observe as vozes em sua mente. Tente responder frases simples como por exemplo: Quem é a pessoa que você mais ama? Você é a pessoa certa para? Seu chefe é um? Você tem medo de? E então, conseguiu? Foi fácil? O que aconteceu em sua mente? Esse diálogo com vozes distintas, uma mais crítica e outra mais encorajadora, é a essência do seu Jogo Interior, seu Inner Game, conforme Timothy Gallwey, conhecido como pai do Coaching e fundador da metodologia reconhecida mundialmente que se chama “The Inner Game” – Jogo Interior.

Todos nós temos uma forma de jogar nosso jogo e isso diz muito a respeito do placar que está nossa vida no momento. Nosso jogo interior é influenciado por aspectos internos, externos e da cultura das empresas onde atuamos. Tim Gallwey, descobriu a essência de seu método quando ainda era um capitão de tênis em Harvard e, ao ensinar tenistas, descobriu que quanto mais focados no acerto, no resultado, mais tinham insucesso. Sabem por quê? Porque quando tentavam acertar, a interferência interna, o diálogo interno falava algo para os jogadores que impactava para que estes atletas não conseguissem utilizar todo o seu potencial.

Isso já aconteceu com você? Você queria muito ter êxito em uma reunião, ou num projeto, aprendendo outra língua e não obteve êxito? Provavelmente você não observou as interferências em seu processo. Na metodologia do Jogo Interior, existe uma fórmula que diz que Performance é igual a potencial menos interferências. Logo, se você quer ter melhores resultados em sua vida, após definir seu objetivo, elenque o que interfere, quais obstáculos o impedem de realizá-lo e elabore uma estratégia para minimizá-los. Quando isso acontece, seus potenciais se expressam com naturalidade e você se entrega com mais leveza à sua tarefa.

É quase unânime que a maioria das pessoas tenta controlar o jogo externo e se esquece do jogo interno. Ao focar em seu jogo, você amplia sua consciência, aumenta sua confiança em seus recursos internos e, naturalmente, suas escolhas se ampliam. Aprender a se conhecer lhe possibilitará entender como está seu placar hoje. Quem domina o jogo, suas interferências ou seus potenciais? Sem dúvida, isso lhe ajudará a mudar, a aprender e, o melhor, com diversão. Durante o jogo a partida deve ser tão importante quanto o placar final.

Diga-me, como está seu placar hoje?

Leticia Zanini
Diretora
PerfilDois
Coaching e Assessoria
Partner The Inner Game
International School
(48) 999336506
www.perfildois.com.br

Comentários

COMPARTILHAR