Em Içara, Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil será lembrado com palestra

Em Içara, a campanha "Piores Formas: Não proteger a infância é condenar o futuro!", terá uma palestra sobre o direito à profissionalização e o trabalho infantil, com Guilherme Cechelero

Lembrado no dia 12 de junho, o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, propõe reflexões sobre o direito de todas as crianças à infância segura, educação e saúde, livres da exploração infantil e de outras violações. Em Içara, a campanha “Piores Formas: Não proteger a infância é condenar o futuro!”, terá uma palestra sobre o direito à profissionalização e o trabalho infantil, com Guilherme Cechelero, cientista e educador social, especialista e defensor dos direitos da criança e do adolescente. A ação será realizada no dia 13 de junho, às 14h30 na Associação dos Aposentados e Pensionistas, no centro da cidade. O evento é aberto ao público.

“Precisamos unir forças para erradicar as piores formas de trabalho infantil no intuito de garantir o futuro dos nossos pequenos içarenses. Convidamos a todos para prestigiar a palestra e se unir na luta contra o trabalho doméstico, a exploração sexual, o aliciamento para atividades criminosas, à escravidão e toda forma de trabalho”, convida a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI),Rita de Cassia Jaques.

“Precisamos reconhecer os prejuízos causados a curto e longo prazo na formação daqueles cuja única obrigação é ser livre, brincar e se divertir sem as pressões inerentes ao mundo do trabalho. Somente a educação garante um futuro digno”, destaca a secretária de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda, Jaqueline dos Santos.

Texto e foto: Assessoria de imprensa

Comentários

COMPARTILHAR