Polícia arquiva queixa de prefeito e vice contra manifestantes

Políticos acusaram membros de protesto à polícia de terem praticado crime de calúnia

A Polícia Civil arquivou inquérito policial sem indiciar por falta de provas os manifestantes que no dia 9 de dezembro de 2017 protestaram contra membros do Governo Municipal na praça São Donato. A queixa foi feita pelo prefeito Murialdo Gastaldon (PMDB) e o vice-prefeito Sandro Serafim (PMDB). Eles acusaram os manifestantes Pedro Marques, Ronaldo da Silva, Márcio Blasius, Claudionor Estácio Rafael e Celiane Ramos de terem utilizado expressões caluniosas durante o ato, chamado-os, por exemplo, de “vagabundos, ladrões e filhos da ****” além de afirmarem que eles estavam roubando os cofres públicos.

Nos dias 13 de março e 21 de junho, Sandro Serafim e Murialdo Gastaldon compareceram na delegacia para prestar depoimento. Os acusados também se manifestaram e negaram as calúnias. Celiane Ramos, uma das pessoas denunciadas pelo prefeito e pelo vice-prefeito, nem chegou a participar do ato. Com o arquivamento, o inquérito será encaminhado ao Ministério Público.

Comentários

COMPARTILHAR