IDH: Içara recupera apenas nove posições, depois da queda brusca de 2015

Assim, o município passa a ocupar a 41ª posição entre as cidades catarinenses

Depois da queda de 29 posições no ranking estadual do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre 2013, quando iniciou o atual governo, e 2015 descendo da 21ª para a 50ª posição, o município de Içara recuperou apenas nove pontos no índice conforme divulgado nesta quinta-feira, dia 28. Assim, o município passa a ocupar a 41ª posição entre as cidades catarinenses. O índice de Içara chegou a ser de 0.8438 em 2013, porém foi de 0.8299 em 2014, 0.7864 em 2015 e, por último, chegou a 0.8048 em 2016. O índice é divulgado dois anos após o ano de apuração.

O termo IDH foi criado para avaliar o nível de desenvolvimento humano dos países, ou seja, o modo como vivem as pessoas nas diversas nações do mundo. Esse método foi criado por Mahbud Ul Hag, um economista de origem paquistanesa. A abordagem desenvolvida por tal método oferece um detalhe maior em relação à realidade humana, e não somente aos aspectos econômicos e rendimentos. O estudo ou análise de um IDH se tornou, hoje, um importante instrumento para identificar as evoluções e desenvolvimentos dos países, uma vez que se verifica a renda per capita.

Quando se tem o interesse de compor o IDH de um país, é preciso se atentar para três aspectos básicos de uma população. São eles: a expectativa vida, nível de escolaridade e Renda Nacional Bruta (RNB) per capita. A expectativa de vida corresponde à média de anos que um indivíduo vive em um determinado país, estado, município, etc. Isso mostra se a população possui uma boa qualidade de vida.

Comentários

COMPARTILHAR